Rádio Engenho Velho

sábado, 26 de março de 2011

FESTIVAL DE FREVOS E MARCHAS DE BARBALHA

«Têm razão os cépticos quando afirmam que a história da humanidade é uma interminável sucessão de ocasiões perdidas. Felizmente, graças à inesgotável generosidade da imaginação, cá vamos suprindo as faltas, preenchendo as lacunas o melhor que se pode, rompendo passagens em becos sem saída e que sem saída irão continuar, inventando chaves para abrir portas órfãs de fechadura ou que nunca a tiveram.» Sábias Palavras. Ao longo desses anos temos se dedicado incasavelmente a cultura. Cuidando da nossa Cultura Popular, prestando atenção aos fazeres e dizeres dos nossos Mestres, realizando e participando de eventos de cunho exclusivamente cultural e defendendo aqueles que gostam da boa música. Esse ano, por ocasião do carnaval, realizamos o Segundo Festival de Frevos e Marchas Carnavalescas de Barbalha,  onde cerca de dez mil pessoas prestigiaram nosso evento, geramos cerca de duzentos empregos diretos e indiretos, entre garçons, músicos, eletricistas, técnicos, produtores, arranjadores, zeladores, vendedores ambulantes e catadores de recicláveis e, o público teve a oportunidade de aplaudir os artistas, que brilhantemente participaram. Pelo grande sucesso que teve e pela certeza que temos de estar contribuindo muito com a preservação da nossa identidade cultural é que estamos propondo realizar no próximo ano, o Terceiro Festival. As marchinhas carnavalescas fazem com que a gente se orgulhe de ser brasileiro, pela riqueza musical e cultural. As marchas, que inspirou os pernambucanos a criarem o Frevo, patrimônio histórico e cultural do Brasil, que nada mais é do que uma Marcha acelerada de ritmo sincopado surgiu no final do século IXX com Chiquinha Gonzaga, teve seus momentos de gloria até os anos sessenta quando surgiram os desfiles comerciais e o samba-enredo colocando-as em segundo plano. Até que, com o surgimento da ditadura militar a censura do AI-5 acabou por sepultar de vez a malicia das nossas marchinhas. Hoje através do nosso Festival, os artistas e compositores, terão a oportunidade de resgatar essa cultura e contribuir com o fortalecimento do Frevo. No nosso Festival as inscrições foram gratuitas e os artistas participantes concorreram a R$ 4.000,00 em premiações. Contamos com a Parceria do Governo do Estado do Ceará através da Secretaria da Cultura do Estado, Secretaria de Cultura e Turismo de Barbalha e SESC-Juazeiro do Norte. Com o nosso projeto, conseguimos reunir os melhores compositores e intérpretes da região do Cariri Cearense e proporcionamos aos visitantes e a comunidade em geral a oportunidade única de poderem participar de forma democrática, gratuita e livre do melhor carnaval do interior do Ceará, o Carnaval de Barbalha. Perderam os que não participaram, mas fica aqui o nosso convite para que participem em 2012 do Terceiro Festival de Frevos e Marchas Carnavalescas de Barbalha. Um grande abraço! 
Panticola.

Nenhum comentário: