Rádio Engenho Velho

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

PRA QUE A PAZ PERMANEÇA EM TODOS OS CORAÇÕES

 

PRA QUE A PAZ PERMANEÇA 
EM TODOS OS CORAÇÕES
 Carlos Aires
 
 Que as luzes do ano novo
Só nos tragam complacência

Compreensão, paciência

Proteção pra nosso povo

Que haja um amplo renovo

Promovendo sugestões

E nessas renovações

Deus impere e favoreça

Pra que a paz permaneça

Em todos os corações



Praquele que pouco come

Haja fartura abundante

E de maneira constante

Possa matar sua fome

Que tenha voz, vez e nome

Pra formar opiniões

Sem que haja restrições

Nem seu direito pereça

Pra que a paz permaneça

Em todos os corações



Que a morte do velho ano

Devore a incompetência

Elimine a violência 

No peito do ser humano

Acabe com o desengano

Destrua as decepções

Extinga as desilusões

Porém a fé prevaleça

Pra que a paz permaneça

Em todos os corações



Que o ano que se inicia

Venha cheio de bonança

E os lumes da esperança

Reluzam no dia a dia

E os níveis da alegria

Só aumente em proporções

E a calma entre as nações

Não se abale e nem pereça

Pra que a paz permaneça

Em todos os corações



Os povos se compreendam

Sem que ultrapasse os direitos

Agindo em mútuos respeitos

Pra que todos se entendam

Que os mais fortes se rendam

Ao discutir as questões

E ao tomar as decisões

Que jamais perca a cabeça

Pra que a paz permaneça

Em todos os corações



Acaso haja consciência

Em torno da humanidade

Preservando a humildade

Encontrará consistência

Pra que a benevolência

De Deus supere as razões

E assim der sustentações

Portanto a Ele obedeça

Pra que a paz permaneça

Em todos os corações