Rádio Engenho Velho

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Em reunião com produtores, Secult apresenta Programa de Apoio a Mostras e Festivais


A Secretaria da Cultura do Governo do Estado do Ceará apresentou nesta quarta-feira, 20, a proposta do Programa de Apoio a Mostras e Festivais de Cultura, com recursos na ordem de R$ 4,5 milhões, em reunião realizada no auditório da Secretaria com realizadores e produtores culturais de todo o estado. O secretário da Cultura, Paulo Mamede, destacou que o Programa tem como objetivo financiar e fomentar festivais representativos do Ceará, promovendo, paralelamente, a descentralização de recursos, tanto no âmbito da capital como no Interior. De acordo com o secretário, o encontro fez parte de um conjunto de ações da Pasta para melhorias no processo de seleção e apoio a projetos, com base na Lei do Sistema Estadual de Cultura (SIEC). “Nosso compromisso é garantir recursos para a realização de festivais já consolidados no calendário cultural e também para incentivar novos projetos”, justificou.

A fonte de recursos do Programa – Tesouro do Estado ou Fundo Estadual da Cultura –, os critérios de seleção, a divisão dos valores e a longevidade dos eventos foram os pontos mais debatidos durante a apresentação pelo secretário executivo da Secult, Paulo Victor Feitosa. Ele informou que a Secretaria já está contatando empresas como Petrobras e Vivo para firmar parcerias que possibilitem a captação de recursos para Programa, destinado, inicialmente, à realização de cerca de 30 festivais e mostras, que ocorrem anualmente em todo o estado. “Estamos apenas apresentando uma ideia, que precisa ainda de análise e aprovação deste grupo”, explicou Paulo Victor, ao informar que a meta é até o final do mês de novembro ter esta versão final, “que será levada ao governador para aprovação de recursos”, destacou.

Produtores como Giza Diógenes, do Festival dos Inhamuns, participaram da reunião e fizeram sugestões. Ela chamou a atenção para os critérios de divisão de recursos, destacando que muitos proponentes não têm capacidade de captação junto a outros apoiadores e que o Estado representa “a única fonte de recursos”. Assim, ela propõe que a análise dos projetos, pela Secult, identifique essa fragilidade e apresente alternativas para o proponente.
Na proposta inicial, sugere-se divisão do Programa em quatro linhas de apoio a mostras e festivais: a Linha 1 seria destinada a apoiar festivais que já realizaram pelo menos cinco edições anuais, de forma ininterrupta. Cinco projetos seriam apoiados, cada um com R$ 300 mil. A Linha 2 contemplaria festivais com pelo menos três edições anuais realizadas, selecionando 10 projetos a serem apoiados com R$ 200 mil cada. Na Linha 3, festivais que já realizaram entre uma e três edições concorreriam a cinco vagas, com cada evento selecionado recebendo apoio na forma de R$ 100 mil em investimento. A Linha 4 seria destinada a novos festivais e contemplaria 10 projetos, no valor de R$ 50 mil cada.

Ainda sobre a Lei do Sistema Estadual de Cultura (SIEC), a coordenadora de Ação Cultural da Secult, Glicia Gadelha, lembrou que o prazo para Consulta Pública para reformulação da lei foi encerrado na sexta-feira, 15, mas que até o dia 27 deste mês poderão ser enviadas colaborações para o e-mail codac@secult.ce.gov.br.

Próximas reuniões
Quinta-feira (21/11) - reunião com produtores audiovisuais, para buscar sugestões e discutir propostas para o próximo Prêmio Ceará de Cinema e Vídeo, edital destinado a fomentar a realização de projetos na área.
Sexta-feira (22/11) - reunião com todos os produtores, artistas e gestores interessados nos editais da Secretaria para as diversas linguagens, como o Edital de Incentivo às Artes. O calendário dos editais e o formato da apresentação dos projetos serão alguns dos temas debatidos.
As reuniões acontecerão no Auditório da Secult (Rua Major Facundo, 500, Centro, Fortaleza). Informações: 3101-6767 / Transmissão online pelo site da Secretaria: www.secult.ce.gov.br.


Assessoria de Comunicação - Secretaria da Cultura do Ceará
(85) 8699-6524 – Dalwton Moura
(85) 8878-8805 – Raimundo Madeira
(85) 9608-5822 – Sonara Capaverde

Fonte: Secult-Ce.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

SECULT-CE PROMOVE REUNIÕES COM PRODUTORES DE FESTIVAIS, REALIZADORES AUDIVISUAIS E PROPONENTES DE PROJETOS CULTURAIS


A Secretaria da Cultura do Governo do Estado realizará, nos dias 20, 21 e 22, respectivamente, reuniões com produtores de festivais artísticos e culturais, com realizadores audiovisuais interessados no Prêmio Ceará de Cinema e Vídeo e com proponentes de projetos culturais em geral, que buscam recursos públicos estaduais através do Mecenato e do Fundo Estadual de Cultura. O objetivo é discutir com os produtores sugestões para melhoria do processo de seleção e apoio a projetos, tanto quanto aos festivais como em relação às obras audiovisuais e às propostas em geral, nas diversas linguagens, contempladas com base na Lei do Sistema Estadual de Cultura (SIEC).
A Secult convida todos os produtores, artistas e gestores interessados a participar das reuniões, que serão realizadas de quarta a sexta-feira, sempre às 14h, no Auditório da Secretaria, no prédio do Cine São Luiz (Rua Major Facundo, 500, Centro, em Fortaleza).
Na quarta-feira, 20, os realizadores de festivais culturais e artísticos de todo o Ceará são convidados para debater a proposta de um novo edital, a ser apresentada pela Secult, destinado a apoiar esses eventos. A proposta do Edital de Apoio aos Festivais Culturais do Ceará será discutida com os realizadores de eventos.
O secretário executivo da Secult, Paulo Victor Feitosa, apresentará a proposta, em que a Secretaria sugere que a realização de festivais passe a contar com um edital específico, com quatro linhas de apoio e um investimento total de R$ 4,5 milhões, a serem distribuídos entre 30 festivais selecionados. A Linha 1 seria destinada a apoiar festivais que já realizaram pelo menos cinco edições anuais, de forma ininterrupta. Cinco projetos seriam apoiados, cada um com R$ 300 mil. A Linha 2 contemplaria festivais com pelo menos três edições anuais realizadas, selecionando 10 projetos a serem apoiados com R$ 200 mil cada.
Na Linha 3, festivais que já realizaram entre uma e três edições concorreriam a cinco vagas, com cada evento selecionado recebendo apoio na forma de R$ 100 mil em investimento. A Linha 4 seria destinada a novos festivais e contemplaria 10 projetos, no valor de R$ 50 mil cada.
"Essa é uma proposta inicial, que levaremos para o debate com os produtores. A formatação final vai depender dessa discussão", ressalta o secretário executivo da Secult. "O objetivo é garantir melhores condições para apoio da Secult aos festivais, com um edital específico em 2014, ano em que está prevista uma redução nos recursos a serem investidos no FEC e no Mecenato por uma das grandes empresas que costuma atuar nesse processo. Por isso estamos buscando outras empresas, no Ceará e no plano nacional, em busca de recursos que complementes o investimento do Tesouro estadual para esse programa de apoio aos festivais", aponta Paulo Victor Feitosa.

A seleção levaria em conta a prestação de contrapartidas, como democratização do acesso aos eventos, gratuidade ou ingressos a preços populares, público beneficiado direta e indiretamente, realização de atividades formação, inclusão de artistas locais na programação. O secretário executivo ressalta ainda a meta de realização de um acompanhamento mais detalhado, pela Secult, dos festivais realizados com apoio de recursos do Governo do Estado.
Prêmio Ceará de Cinema e Vídeo
Já na quinta-feira, 21/11, a Secult promove reunião com produtores audiovisuais, para buscar sugestões e discutir propostas para o próximo Prêmio Ceará de Cinema e Vídeo, edital destinado a fomentar a realização de projetos na área.
"O valor investido deverá ser reajustado em 14%, de forma linear, para todas as categorias", adianta Paulo Victor, citando que temas como o calendário do edital e a forma de apresentação dos projetos também serão debatidas na reunião.
Editais em geral
Na sexta-feira, 22/11, a Secult convida para reunião com todos os produtores, artistas e gestores interessados nos editais da Secretaria para as diversas linguagens, como o Edital de Incentivo às Artes. O calendário dos editais e o formato da apresentação dos projetos serão alguns dos temas debatidos. "Vamos, acima de tudo, buscar sugestões da sociedade, para o aperfeiçoamento dos editais e para garantir que o cidadão seja sempre o maior beneficiado pelo investimento do recurso público na realização dos projetos culturais", complementa o secretário executivo da Secult, Paulo Victor Feitosa.
Serviço:
A Secretaria de Cultura do Governo do Estado convida para reuniões sobre festivais (quarta-feira, 20/11, às 14h), Prêmio Ceará de Cinema e Vídeo (quinta-feira, 21/11, às 14h) e o conjunto dos editais da Secult (sexta-feira, 22/11, às 14h). As reuniões acontecerão no Auditório da Secult (Rua Major Facundo, 500, Centro, Fortaleza). Informações: 3101-6767 / www.secult.ce.gov.br.

ESCOLA DE SAMBA IMPÉRIO DO MAGUARY FAZ REUNIÃO VISANDO CARNAVAL DE 2014


A Escola de Samba Império do Maguary esteve reunida, ontem (17), com o intuito de definir e mostrar aos integrantes da agremiação, o enredo para o carnaval de 2014. A reunião contou com um bom número de integrantes que vibraram com o enredo apresentado pelo carnavalesco Francisco de Assis, o Tiquinho.

A agremiação, que foi fundada em janeiro de 2011, tem por finalidade resgatar os carnavais de escolas de samba em nosso município, que desde o ano de 2003 não acontece. No primeiro ano de sua fundação e nos anos de 2012 e 2013, a escola realizou seus desfiles como bloco carnavalesco. Já para o ano de 2014 pretende realizar um desfile efetivamente como escola de samba, trazendo comissão de frente, carro abre alas, mestre sala e porta bandeira, alas, passistas, enredo, samba enredo, puxadores de samba e uma afinadíssima bateria.

“O envolvimento e a participação da comunidade do Bairro do Rosário é fundamental para o sucesso da nossa escola” afirma Willianful, puxador de samba. Já para Faniquim, o mais antigo carnavalesco de Barbalha, “o retorno do carnaval de escolas de samba começa a mexer com a cidade, pois foram elas que levaram o nome de Barbalha a projeção no cenário carnavalesco do Estado do Ceará”.

E aqui nós ficamos na torcida para que o carnaval de 2014 em nossa cidade possa realmente se concretizar como o retorno efetivamente dos desfiles das escolas de samba.









Brincadeira de Roda


Brincadeira de roda com crianças do Sitio Cabeceira no Município de Barbalha, após a renovação do Santo.

Balaio Cultural: POETAS CAMILO BARBOSA E PROFESSOR HUGO LANÇAM CORDEIS EM ASSENTAMENTO

Balaio Cultural: POETAS CAMILO BARBOSA E PROFESSOR HUGO LANÇAM CORDEIS EM ASSENTAMENTO