Rádio Engenho Velho

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Geopark Araripe poderá receber selo verde da UNESCO‏

O resultado da primeira avaliação do Geopark Araripe, pela Rede Global de Geoparks, ligada à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) , sairá hoje, 16/09, durante a Conferência Europeia de Geoparks, que se realiza na Noruega, de 14 a 21 de setembro. Com isso, o projeto deverá ter a renovação da chancela do primeiro do gênero nas Américas.

Desenvolvido por meio da Universidade Regional do Cariri (Urca), o projeto será representado na solenidade por uma delegação do Ceará com membros da Secretaria das Cidades, e do próprio Geopark. Também poderá ser anunciado, durante o evento, a criação de mais um Geopark no Brasil. O mais provável dos candidatos a receber o selo internacional da Unesco é o do Quadrilátero ferrífero, em Minas Gerais.

O Geopark Araripe recebeu a chancela em 2006 da Rede Global e tem sua primeira avaliação esse mês de setembro, com a classificação por selo: verde, amarelo ou vermelho. Normalmente esses anúncios são realizados durante os eventos da Rede Global. O Cariri aguarda com grande expectativa. Foram quatro anos que se seguiram para a primeira avaliação, com as prorrogações, mas, normalmente, a chancela é válida por três anos. O Geopark Araripe poderá receber o cartão verde, que reúne ações regulares voltadas para o desenvolvimento sustentável plenamente atendidas, ou o cartão amarelo, que traz uma atenção para o cumprimento de alguns itens de avaliação e, com isso, é sinalizado um tempo pela rede global, para que sejam cumpridos. E tem também o cartão vermelho, que é a suspensão como membro da rede, e que depois poderá se reabilitar, cumprindo as medidas exigidas. Em toda as avaliações é repassado o relatório feito pela equipe.

A avaliação do Geopark foi realizada em novembro do ano passado por uma comissão da Rede Global, formada por três avaliadores, que percorreram os nove geossítios nas seis cidades inseridas no projeto, começando pelo Centro de Interpretação, no Parque de Exposições do Crato.
Assessoria de Comunicação Geopark Araripe
Sarah Menezes
Jornalista
Contatos

Nenhum comentário: