Rádio Engenho Velho

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

ROMEU E JULIETA CORDEL DO POETA HUGO RODRIGUES


Hugo de Melo Rodrigues é professor de História e Artes, técnico em cultura da cidade de Barbalha – CE, acadêmico do curso de teatro, membro do Instituto Cultural do Vale do Cariri (ICVC) do Instituto Cultural do Cariri (ICC) e do Cariri Cangaço, sócio fundador da Sociedade dos Poetas de Barbalha e membro do Conselho Estadual de Cultura.

ROMEU E JULIETA NA LITERATURA DE CORDEL

A HISTÓRIA DE AMOR
QUE AGORA VOU CONTAR
É UMA DAS MAIS LINDAS
NARRATIVAS QUE OUVI FALAR
ROMEU E JULIETA
SEI COM TODA CERTEZA
VOCÊ VAI TAMBÉM GOSTAR

SHAKESPEARE É O AUTOR
MUDA TEMPO E LUGAR
FOI LÁ NA INGLATERRA
ESTA HISTÓRIA SE PASSAR
OUTRO TEMPO OUTRA ERA
AMOR SEMPRE IMPERA
POIS AGORA VOU NARRAR

O SÉCULO ERA O QUINTO
ONDE TUDO COMEÇOU
VERONA FOI O BERÇO
DA HISTÓRIA DE AMOR
E VOCÊ VAI CONHECER
VAMOS JUNTOS ENTENDER
FELICIDADE E DOR

MONTECCHIO E CAPULETO
BERÇO, RIQUEZA, PODER,
NESSAS DUAS FAMÍLIAS
FOI TUDO ACONTECER
ROMEU E JULIETA
ANUNCIANDO NA TROMBETA
O AMOR VEIO NASCER

NA PRAÇA TEM O LUGAR
PRA COMEÇAR A TRAMA
SANSÃO E GREGÓRIO
MONTECCHIOS NÃO AMA
ESPERAR OCASIÃO
TER AQUELA CONFUSÃO
CAPULETOS COMANDA

DA FAMÍLIA CAPULETO
ELES SÃO EMPREGADOS
SANSÃO O ATREVIDO
OS DOIS BEM ARMADOS
COMEÇA ELE DIZER
ARMADO PARA VENCER
SEI NÃO SOU MALVADO

DIZIA ELE AINDA
NÃO LEVO DESAFORO
PUXO LOGO A ESPADA
ENFRENTO ATÉ TOURO
É BRIGA É CONFUSÃO
COMIGO NÃO TEM PERDÃO
SEI QUE MATO OU MORRO.

DO CASTELO DOS MONTECCHIOS
ABRAÃO E BALTAZAR
E DO LADO DA PRAÇA
CAPULETOS A ESPERAR
O OLHAR É O COMEÇO
TUDO PELO AVESSO
COMEÇAM A SE ESTRANHAR.

BENÉVOLO DOS MONTECCHIOS
OS ÂNIMOS ACALMAR
É AMIGO DE ROMEU
A BRIGA TENTOU EVITAR
MANDOU GUARDAR A ESPADA
E NAQUELA ESTRADA
O SANGUE NÃO DERRAMAR.

NISTO SURGE TEOBALDO
VEIO SE APRESENTAR
BENÉVOLO ARMADO
SUA ESPADA TIRAR
DAÍ FOI A CONFUSÃO
NINGUÉM PARA MAIS NÃO
DIFÍCIL DE CONTROLAR.

BENÉVOLO ARMADO
TENTOU LOGO EXPLICAR
SÓ A PAZ EU VIM PEDIR
PRA OS SERVOS ACALMAR
NISTO SURGE TEOBALDO
DE ESPADA ARMADO
E PRONTO PRA ME MATAR.

COMO TU FALAS EM PAZ
E A ESPADA ARRANCAS
DISSE LOGO TEOBALDO
PARA NÃO FICAR PRA TRÁS
E A GUERRA DECLARAM
E TODOS JÁ ESPERAM
MUITA DISCÓRDIA FAZ.

VENDO AQUELA BRIGA
DONA MONTECHIO FALOU
CADÊ MEU FILHO ROMEU
QUE AINDA NÃO CHEGOU
EU ANDO ASSUSTADA
ESTOU ALIVIADA
NESTA BRIGA NÃO ENTROU

ROMEU TÁ RESERVADO
É SÓ O QUE SEI DIZER
E AINDA CABISBAIXO
O QUE PUDE PERCEBER
A NOITE PELO DIA
TRISTEZA E ALEGRIA
PREFERE MESMO SOFRER

E NISTO CHEGA ROMEU
BENÉVOLO FOI RECEBER
CHAMANDO DE AMIGO
PARA TUDO ENTENDER
E SABER DA SUA DOR
SE AQUILO ERA AMOR
QUERIA COMPREENDER.

OLHE MEU BOM AMIGO
SE QUERES MESMO SABER
É A FORÇA DO AMOR
QUE ESTAR A ME VENCER
EU NÃO SUPORTAREI
DESSE AMOR MORREREI
SEM AO MENOS ENTENDER.

ELA É BEM BONITA
GRACIOSA E MUITO BELA
É TAREFA DIFÍCIL
EU CHEGAR PERTO DELA
É UMA FORMOSURA
É CHEIA DE CANDURA
A MINHA CINDERELA.

ESQUECER ESSE AMOR
PARA NÃO MAIS SOFRER
VAI ELE CONSUMINDO
ALEGRIA DE VIVER
BENEVÓLIO AMIGO
ESCUTA EM SIGILO
PARA VIDA ENTENDER.

DENTRO DO CASTELO
CAPULETO A CONVERSAR
É O PAI DA JULIETA
UM BAILE A PREPARAR
A FILHA DE CATORZE ANOS
ESTAR NOS SEUS PLANOS
JULIETA BEM CASAR.

PÁRIS É O NOBRE
E TAMBÉM PRETENDENTE
DE TODOS TEM APOIO
SE FAZ MUITO CONTENTE
DO BAILE PARTICIPAR
SEU AMOR DECLARAR
CASAR E SEGUIR EM FRENTE.

COMO FOI PROGRAMADO
O BAILE ACONTECEU
ELES NÃO ESPERAVAM
O INTRUSO APARECEU
SEI QUE NESTA CONFUSÃO
JUNTOU-SE O CORAÇÃO
JULIETA E ROMEU.

O BAILE COMEÇADO
TODO MUNDO A DANÇAR
ROMEU E JULIETA
LOGO A FORMAR UM PAR
OS DOIS MASCARADOS
ELES NÃO SÃO CULPADOS
DOS LÁBIOS A SE BEIJAR.

QUANDO O BAILE TERMINOU
DESCOBRIU-SE A CENA
E ELES BEIJARAM-SE
A BRIGA NÃO FOI PEQUENA
MONTECCHIO E CAPULETO
FOI AMOR BEM PERFEITO
O FIM É QUE DÁ PENA.

ENCONTRARAM-SE DE NOVO
TORNARAM-SE A BEIJAR
JURAS DE AMOR ETERNO
QUISERAM DECLARAR
ENFRENTAR TODOS E TUDO
SAIREMOS NO ESCURO
COMEÇARAM A TRAMAR.

ROMEU DISSE EU JURO
PELA LUA A BRILHAR
MEU AMOR É ETERNO
POR TI NUNCA VAI ACABAR
DISSE ELA NÃO JURES
POR MIM NÃO SE TORTURES
E A LUA SEMPRE A MUDAR.

SÓ JURES POR TI MESMO
SE QUERES MESMO JURAR
CREIO EM TUA PALAVRA
PRECISO ACREDITAR
E JUNTOS PARA SEMPRE
FUTURO E PRESENTE
O DESTINO QUIS SELAR.

PROCUREI UM AMIGO
PRA ELE NOS AJUDAR
CHAMA-SE FREI LOURENÇO
E VAI NOS ABENÇOAR
VAMOS ABENÇOADO
ANDAR LADO A LADO
AGORA VAMOS TRILHAR.

ROMEU E FREI LOURENÇO
COMEÇARAM A PENSAR
O QUE PODIA FAZER
O CASAMENTO MARCAR
MARCOU LOGO A DATA
JULIETA EM HORA MARCADA
VIRIA SE CONFESSAR.

SEI QUE O DESTINO
AJUDOU A COMPLICAR
MONTECCHIOS E CAPULETOS
OUTRA VEZ A SE ENFRENTAR
MERCÚRIO FOI MORTO
E ROMEU SUBIU NO MORRO
PARA TEOBALDO MATAR.

O CASAMENTO DELA
COM OUTRO FOI MARCADO
PÁRIS O ESCOLHIDO
TAMBÉM ABENÇOADO
DISSE ELA PRA OS PAIS
EU NÃO CASAREI MAIS
SEREMOS AMALDIÇOADOS.

FREI LOURENÇO TENTOU
JULIETA AJUDAR
ENTREGOU-LHE A PORÇÃO
PARA ELA ENCANTAR
E DADA COMO MORTA
APÓS FECHAR A PORTA
ROMEU IA ENCONTRAR.

ROMEU NÃO ENTENDEU
E O VENENO TAMBÉM TOMOU
SÓ QUE O DELE FOI MORTAL
E QUANDO JULIETA ACORDOU
AO VER MORTO ROMEU
MATOU-SE COM O PUNHAL SEU
E A HISTÓRIA TERMINOU.

Um comentário:

Anônimo disse...

Fiquei triste com o final :(