Rádio Engenho Velho

sábado, 20 de agosto de 2011

Instituições do Projeto Sobrado/Senzala se reúnem com Geopark Araripe

Criado esse ano, o Projeto Sobrado/Senzala Cultural do Vale do Salamanca, instalado na parte superior do Casarão da Cultura é, um agregado de instituições não governamentais da cidade de Barbalha, que juntas irão convergir ações culturais em parceria com as instituições públicas, privadas e congêneres com vistas à preservação e promoção do patrimônio histórico, das tradições, do meio ambiente, dos valores artísticos e literários do município de Barbalha. Pensando nisso, um expressivo grupo de amigos, presidentes de instituições que fazem parte do Projeto, Demontiêr Vieira (Panticola) representando a Sociedade Artística e Cultural Engenho Velho, Professor Josiêr Ferreira pelo Centro Pró Memória Josafá Magalhães, Alexandre e Irapuan Cezar (Brother) pela ONG Candeeiro das Trilhas e Gilsimar Gonçalves representando o Instituto Corrupio Povo Cariri, estiveram reunidos no último dia 18 com o Coordenador Executivo do Geopark Araripe, senhor Patricio Melo, a professora Renata Marinho, Sub-Chefe do Departamento de Ciências Sociais da URCA, Diretora do Núcleo de Estudos Regionais e Coordenadora do Inventário da Festa de Santo Antonio de Barbalha, em busca de firmar parcerias com o Geopark Araripe. Após breves apresentações das instituições e das questões sócios culturais e ambientais, foram enfocadas as dificuldades encontradas pelos Presidentes para o pleno desenvolvimento do Projeto. "O objetivo da reunião foi de buscar apoio junto ao Geopark, no sentido de estabelecer possível parceria para que possamos desenvolver algumas ações da proposta do Projeto Sobrado/Senzala", enfatizou o Professor Josiêr Ferreira. O Coordenador Executivo do Geopark Araripe, Patricio Melo, achou muito importante o Projeto e colocou-se a disposição para que a parceria entre as instituições seja estabelecida e o Projeto Sobrado/Senzala possa continuar contribuindo com a cultura, o meio ambiente e a memória da nossa cidade. Essa é a nova maneira de fazer cultura em Barbalha, cidade capital da Cultura Popular.














Nenhum comentário: