Rádio Engenho Velho

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

MOSTRA DE CINEMA INTERNACIONAL NO CARIRI

Yaçanã Neponucena

A obra "No tempo das diligências", de John Ford, está entre os filmes mais aguardados da programação. Datado de 1939, o longa traz a história de uma perigosa viagem pelo Arizona, com cenas clássicas do western americano
Até o próximo dia 31 de abril, na região do Cariri, estarão sendo realizadas duas mostras inéditas de filmes estrangeiros. Todas as sessões são gratuitas e acontecem nas cidades de Crato e Juazeiro do Norte, nos cinemas das unidades do Serviço Social do Comércio (Sesc). No total, serão exibidos 18 longas metragens produzidos John Ford e Jacques Tati. Estima-se que apenas nas duas primeiras sessões que ocorreram nos últimos dias 4 e 6, cerca de 200 pessoas estiveram presentes. Até o final do evento, o público de espectadores, formado por estudantes do ensino médio e universitário, além de comerciários, deverá atingir a marca de dois mil.

Na mostra Cinemarana, que é realizada no Sesc Crato, a próxima sessão será no dia 18, onde vai ser apresentado o filme "As férias do Sr. Hulot", do diretor francês Jacques Tati. Ele é considerado pela crítica especializada como um dos comediantes mais originais do cinema. Entretanto, ainda é desconhecido por grande parte do público brasileiro. Embora atendesse a diversas faixas de público, sua obra ficou restrita aos grandes centros urbanos, e em raras iniciativas do circuito de artes.

Já a mostra Cinematógrapho, que vai oferecer 11 filmes que cobrem as décadas de 30, 40, 50 e 60, acontece no Sesc de Juazeiro, às quartas-feiras, às 19h. Neles, os espectadores verão um variado painel de algumas das mais importantes contribuições para o cinema mundial do diretor norte-americano, John Ford. A mostra recupera o elemento que deu origem a toda uma lenda: seus filmes. Através de um vasto panorama de sua produção, composto dos mais diversos gêneros e períodos, o público vai poder atravessar a barreira do mito e experimentar o vigor e a beleza que o cinema de Ford conserva até hoje.

Western

Entre os filmes, um dos mais aguardados é "No tempo das diligências", de 1939. O longa, que tem 96 minutos de duração, traz a história de nove pessoas que são obrigadas a embarcar em uma perigosa diligência através do Arizona, cada uma com seu motivo pessoal para realizar tal viagem. O filme traz clássicas cenas do western, desde combates com índios até duelos na cidade. Outro destaque é para a "Meu Tio", produzido em 1954 pelo diretor Jacques Tati. No filme, em companhia de seu sobrinho, Hulot vive uma série de peripécias que ridicularizam com a febre modernista do final dos anos 50, em especial a automação.

Atualmente, estes cineastas só possuem mostras retrospectivas de suas produções nas capitais e fora do País. De acordo com o mediador de cinema, Élvis Pinheiro, esta é uma oportunidade imperdível para que o Cariri prestigie o cinema. "O Cariri tem como característica a diversidade cultural e essas mostras provam que a região também é capaz de receber tudo que é produzido lá fora. São grandes clássicos do cinema norte-americano e francês exibidos na tela grande", afirma.

A proposta das mostras cinematográficas é, através da obra dos dois cineastas de renome internacional, auxiliar os espectadores a entender mais sobre este tipo de arte e abrir espaços para o entretenimento. O perfil geral dos filmes é formado por comédias, ações e aventuras. Todos de fácil entendimento e que, apesar de serem antigos, agradam variadas faixas etárias. O evento integra o programa Cultura do Sesc, que desenvolve ações em múltiplas linguagens, entre elas a música, teatro, tradição, artes visuais e cinema.

Fonte: Diário do Nordeste 

Nenhum comentário: