domingo, 28 de dezembro de 2014

Grupo de Folia de Reis de Barbalha faz apresentações até dia 06 de janeiro


O Grupo de Folia de Reis Mestre Joaquim Mulato iniciou, pelo Distrito de Caldas e Sítio Riacho do Meio, suas visitas no ciclo natalino, período compreendido entre os dias 25 de dezembro, dia do nascimento de Jesus Cristo e, 06 de janeiro dia de Reis.

O grupo barbalhense conta com o apoio da Sociedade Artística e Cultural Engenho Velho e, é composto por doze integrantes que saem de porta em porta, entoando cantos alegres, louvando o nascimento de Jesus Cristo e a Visita dos Três Reis Magos.

Este ano, além das visitas já realizadas, eles irão fazer apresentações nos sítios Cabeceiras e Correntinho, além dos Bairros Centro, Cirolandia, Vila Santo Antônio e Conjunto Nossa Senhora de Fátima. 

O Grupo conta também, em sua agenda, com apresentações dia 06 de janeiro, dia de Reis, em Barbalha, com Patrocínio do BNB Cultural, no SESC Juazeiro do Norte e na Etapa Cariri do Ceará Natal de Luz.







sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

ENTIDADES BARBALHENSES REALIZARÃO I NATAL VIVA CALDAS

As Entidades barbalhenses, Sociedade Artística e Cultural Engenho Velho, Centro Pró Memória Josafá Magalhães, Associação de Moradores do Distrito Caldas, Associação dos Amigos do Caldas, Escola Bom Jesus e Site Barbalha Terra de Santo Antônio, estarão desenvovendo nos dias 20, 21 e 23 de dezembro de 2014 e, 02 e 03 de janeiro de 2015 o Primeiro Natal Viva Caldas, que consistirá de uma vasta programação natalina, sempre a partir das 19 horas, com a chegada de Papai Noel, apresentações de Reisados, Lapinhas, Folia de Reis, Coral, Filarmônicas, Encenação Teatral, Exposição de desenhos Natalinos e Orquestra do Padre Ágio do Crato. 

A decoração da comunidade será centralizada próxima a Igreja e será feita de material da vegetação local acrescida de luzes naturais e de led. Irão confeccionar, também, a casa de Papai Noel, onde o bom velhinho recepcionará as crianças e os visitantes no dia 21. 

Será um momento de confraternização entre os habitantes da localidade e os visitantes. 

O Evento conta com o apoio das Prefeituras de Barbalha e Juazeiro do Norte e suas respectivas Secretarias de Cultura, Rádio Caldas FM, Instituto Corrupio Povo Cariri, Capela do Bom Jesus, Vereadores Daniel de Sá Barreto, Vevé Siqueira, Rildo Teles, Ernane Garcia e Bosco Vidal. 

Programação 

Data: 20/12/2014  
19h - SHOW DE DUBLAGEM 

Data: 21/12/2014 
19h - CHEGADA DO PAPAI NOEL 
EXPOSIÇÃO DE ARTES DOS ALUNOS DA EMEIF BOM JESUS 
19:30h - CORAL INFANTO JUVENIL DA ESCOLA SENADOR MARTINIANO DE ALENCAR 20:30h - BATUTAS DO ROSÁRIO 

Data: 23/12/2014 
18h - FOLIA DE REIS MESTRE JOAQUIM MULATO 
19h - ORQUESTRA DO PADRE ÁGIO 

 Data: 02/01/2015 19h - REISADO SÃO MIGUEL DO MESTRE TARCISO - JUAZEIRO DO NORTE 20h - LAPINHA DE JUAZEIRO DO NORTE 
Data: 03/01/2015 
19h - FILARMONICA SÃO JOSE 
20:30h - GRUPO DE TEATRO LOUCO EM CENA

terça-feira, 25 de novembro de 2014

COORDENADOR DO DEPARTAMENTO DE CULTURA DE BARBALHA RETORNA DO RIO DE JANEIRO


O Coordenador do Departamento de Cultura da Secretaria de Cultura e Turismo de Barbalha, Francisco Demontiêr dos Santos Vieira, Panticola, retornou de viajem ao Rio de Janeiro, onde foi, a convite da Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura, participar de reunião na sede da FUNARTE para apresentação e alinhamento dos Projetos de Ocupação dos Centros de Artes e Esportes Unificados, aprovados e selecionados pelo Edital Funarte de Ocupação dos CEUs das Artes.

A presença de Panticola a esta reunião foi para, além de realizar o alinhamento do Projeto, fazer também uma apresentação sobre o contexto e situação funcional do Centro de Artes e Esportes Unificados Mestre Joaquim Mulato – CEU - da nossa cidade, com destaque para o funcionamento do Núcleo Gestor e as atividades executadas no equipamento.

Viajou juntamente com Panticola, José Gilsimar Gonçalves, Produtor cultural que aprovou o Projeto Barbalhartes junto a Funarte para desenvolver, no período de seis meses, no Centro de Artes e Esportes Unificados Mestre Joaquim Mulato – CEU - da nossa cidade.



sexta-feira, 21 de novembro de 2014

COORDENADOR DO DEPARTAMENTO DE CULTURA DE BARBALHA PARTICIPARÁ DE REUNIÃO NA FUNARTE


O Coordenador do Departamento de Cultura da Secretaria de Cultura e Turismo de Barbalha, Francisco Demontiêr dos Santos Vieira, Panticola, estará viajando no próximo domingo ao Rio de Janeiro, a convite da Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura, onde participará segunda feira dia 24, na sede da FUNARTE, de uma importante reunião para apresentação e alinhamento dos Projetos de Ocupação dos Centros de Artes e Esportes Unificados, aprovados e selecionados pelo Edital Funarte de Ocupação dos CEUs das Artes.

A presença de Panticola a esta reunião será para, além do alinhamento do Projeto, fazer também uma apresentação sobre o contexto e situação funcional do Centro de Artes e Esportes Unificados Mestre Joaquim Mulato – CEU - da nossa cidade, com destaque para o funcionamento do Núcleo Gestor e as atividades executadas no equipamento.

Viajará juntamente com Panticola, José Gilsimar Gonçalves, Produtor cultural que aprovou o Projeto Barbalhartes junto a Funarte para desenvolver, no período de seis meses, no Centro de Artes e Esportes Unificados Mestre Joaquim Mulato – CEU - da nossa cidade.

sábado, 1 de novembro de 2014

GRUPO TABLADO APRESENTA O ESPETÁCULO (COM)PASSOS


O Grupo de Dança Tablado, que esteve se apresentando em Barbalha por ocasião da Festa de Santo Antônio, completa 21 anos de muita arte e dedicação, enchendo de orgulho todos nós cearenses amantes da cultura hispo-andaluza.

Para comemorar a data, o Grupo realizará duas apresentações do espetáculo (COM)PASSOS, no Theatro José de Alencar, nos dias 08 e 09 de novembro, com o apoio da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, lei nº 13.811 de 20 de agosto de 2006.

Ingressos antecipados com os integrantes do Grupo, com os alunos e na bilheteria do Theatro José de Alencar.

Vale apenas conferir!

sábado, 11 de outubro de 2014

EM CLIMA DE FESTA GRUPOS FOLCLÓRICOS DE BARBALHA LANÇAM CD



Com a presença de todos os grupos que participaram da gravação do CD e de um grande público, foi lançado ontem, 10 de outubro, no polo Cultural Zé Mundó, Sede da Sociedade Artística e Cultural Engenho Velho, no Sítio Cabeceiras, o CD “Valores da Tradição Popular de Barbalha”, que consiste de músicas interpretadas pelos seguintes grupos folclóricos da nossa cidade: Reisado do Mestre Nêgo; Reisado do Mestre Serginaldo; Penitentes Santas Missões; Penitentes Irmãos da Cruz; Grupo de Incelências; Samba de roda e Maculelê Arte e Tradição; Banda Cabaçal do Mestre Cícero Ribeiro e grupo de Folia de Reis Mestre Joaquim Mulato.

O CD é Apoiado pela Secretaria Estadual da Cultura, lei nº 13.811 de 20 de agosto de 2006 e, foi gravado ao vivo no dia 07 de setembro no Cine Teatro Neroly Filgueiras.

O Projeto “Valores da Tradição Popular de Barbalha” foi aprovado no Edital de Incentivo as Artes 2014 da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará por Maria Goretti Pereira Amorim Lima e tem como produtor Francisco Demontiêr dos Santos Vieira (Panticola). 













quinta-feira, 9 de outubro de 2014

GRUPOS FOLCLÓRICOS DE BARBALHA LANÇAM CD


 Os Grupos da Tradição Popular de Barbalha, Reisado do Mestre Nêgo; Reisado do Mestre Serginaldo; Penitentes Santas Missões; Penitentes Irmãos da Cruz; Grupo de Incelências; Samba de roda e Maculelê Arte e Tradição; Banda Cabaçal do Mestre Cícero Ribeiro e grupo de Folia de Reis Mestre Joaquim Mulato estarão lançando o CD “Valores da Tradição Popular de Barbalha” amanhã, 10 de outubro, a partir das 19 horas no Polo Cultural Zé Mundó, sede da Sociedade Artística e Cultural Engenho Velho no Sítio Cabeceira, município de Barbalha.

O CD, que é Apoiado pela Secretaria Estadual da Cultura, lei nº 13.811 de 20 de agosto de 2006, foi gravado ao vivo no dia 07 de setembro no Cine Teatro Neroly Filgueiras. “O objetivo é de apresentar à sociedade a cultura popular barbalhense, para que assim as nossas manifestações sejam documentadas e difundidas como um instrumento de resgate histórico e social, evidenciando a importância dos nossos Mestres e brincantes no contexto cultural da região do Cariri”, afirma o Produtor do CD Francisco Demontiêr (Panticola).

O Projeto “Valores da Tradição Popular de Barbalha” foi aprovado no Edital de Incentivo as Artes 2014 da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará por Maria Goretti Pereira Amorim Lima e conta com o apoio cultural da Secretaria da Cultura e Turismo de Barbalha.

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

GRUPOS FOLCLÓRICOS DE BARBALHA GRAVAM CD E DVD AO VIVO


Os Grupos da tradição popular de Barbalha, Reisado do Mestre Nêgo, Reisado do Mestre Serginaldo e Penitentes Santas Missões do Sítio Lagoa; Penitentes Irmãos da Cruz e Grupo de Incelências do Sítio Cabeceiras; Samba de roda e Maculelê do Mestre Gilberto do Sitio Santo Antonio; Banda Cabaçal do Mestre Cícero Ribeiro do Sítio Brejinho; Banda Cabaçal do Mestre Aguinaldo do Sítio Macaúba e grupo de Folia de Reis Mestre Joaquim Mulato estarão realizando neste domingo a partir da 9 horas no Cine Teatro Neroly Filgueiras, a gravação de CD e DVD ao vivo. O objetivo é de apresentar à sociedade a cultura popular barbalhense, para que assim as nossas manifestações sejam documentadas e difundidas como um instrumento de resgate histórico e social, evidenciando a importância dos nossos Mestres e brincantes no contexto cultural da região do Cariri.

O Projeto “Valores da Tradição Popular de Barbalha” tem a produção de Maria Goretti Pereira Amorim Lima e Francisco Demontiêr dos Santos Vieira (Panticola) e é Apoiado pela Secretaria Estadual da Cultura, lei nº 13.811 de 20 de agosto de 2006, Secretaria de Cultura e Turismo de Barbalha e Sociedade Artística e Cultural Engenho Velho.


terça-feira, 15 de julho de 2014

PALCO SONORO DA URCA NA EXPOCRATO 2014 RECEBE PANTICOLA E CASACA DE COURO E OS PELEJAS

Dois grupos musicais de Barbalha, Os Pelejas e Panticola e Casaca de Couro, foram selecionados, através de Edital, para participarem do  V Palco Sonoro da Urca que será realizado entre os dias 14 e
19 de julho na Exposição do Crato 2014.

Panticola e Casaca de Couro, forró pé de serra, surgiu no ano de 1999 na cidade de Barbalha-Ceará com uma proposta de levar ao público, que gosta do autêntico forró, a oportunidade de conhecer muito da história do ritmo traduzida pelos grandes compositores e suas canções que marcaram e ainda marcam a vida de muita gente, tendo Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Dominguinhos, Trio Nordestino como maiores referências, mesclado com compositores, cantores e grupos atuais como: Flávio Leandro, Santana, Falamansa, Jorge de Altinho, Maciel Melo entre outros.

Essa proposta madura e diferenciada de trabalho tem dado uma credibilidade e uma cara muito interessante ao grupo.  A ótima aceitação do público e a identificação das pessoas que gostam do autêntico forró tornam o trabalho do mesmo mais plural, na medida em que diferentes faixas etárias se interessam pelas músicas e frequentam as suas apresentações com regularidade.

O grupo é composto pelos músicos: Panticola (Voz); Gilvan (Sanfona); Mercio (Baixo); Nem (Bateria); Dida (Zabumba) e Gean (Triângulo e Voz)

Hoje à noite, 15 de julho, é a vez de Panticola e Casaca de Couro realizar sua apresentação, à partir da 21 horas, junto com Elisa Moura e Calazans Callou. 


SECRETARIA DE CULTURA ABRE INSCRIÇÕES PARA CURSO DE VIOLÃO

Secretaria de Cultura e Turismo de Barbalha, por meio do seu Departamento de Cultura, abre inscrições para o curso de violão básico e iniciante que será oferecido, gratuitamente, ao longo do restante do ano de 2014 no Centro de Artes e Esportes Unificados Mestre Joaquim Mulato (CEU), no Parque da cidade.
O curso é aberto a qualquer pessoa com mais de 9 anos completos de idade e será ministrado pelo músico Sávio Menezes. As vagas são limitadas. O início das aulas está previsto para o dia 21 de julho. Há possibilidades de turmas nos períodos da manhã e tarde.
As inscrições estão sendo realizadas no Centro de Artes e Esportes Unificados Mestre Joaquim Mulato, CEU), no parque da cidade com o instrutor Sávio Menezes, de segunda a sexta feira pela manhã e tarde.

sábado, 5 de julho de 2014

A FESTA DE SANTO ANTONIO

 
Autor: Poeta Francisco de Assis Sousa

Na cidade de Barbalha
Já no sul do Ceará
Todo ano acontece
Boa de apreciar
A Festa de Santo Antonio
O santo do matrimonio
Religiosa e popular

Uma afeição secular
Na cidade se nota
Lá de mil e setecentos
E setenta e oito remota
De Francisco Magalhães
Dentre outros capitães
A Santo Antonio devota

Funda a cidade e adota
Faz a capela, povoa...
Vindo de Urubu de Baixo
Do estado de Alagoas
E proclama padroeiro
O santo casamenteiro
Taumaturgo de Lisboa

O tempo não passa... Voa!
Já em mil e novecentos
E vinte e oito é o ano
Pra nosso conhecimento
É nesta data primeira
Que vem o Pau da bandeira
Abrilhantar o evento

...Um grande acontecimento
A cidade fica cheia
De gente pra ver o mastro
E a bandeira que se hasteia
Foi criação do Vigário
O jovem celibatário
O Padre José Correia

Com outro nome aparteia
A história nos destina
É possível que Correia
Com a sua disciplina
Tenha mesmo se inspirado
Ou seguir certo o recado
Do Padre Ibiapina

O missionário ensina
Difunde na região
Que pro santo devotado
Em cada renovação
Sendo bendito e louvado
Um mastro fosse fincado
Na frente da casa então

No começo a devoção
Somente o hasteamento
Em frente lá da matriz
Era pequeno o evento
O pau era levantado
E no dia festejado
Com pouco divertimento

Já em mil e novecentos
De trinta para quarenta
Junto ao pau da bandeira
Outro fato se acrescenta
O cargo de capitão
Tendo assim a missão
Na tarefa que enfrenta

Na prática se argumenta
O papel do capitão
No carregamento do pau
Tem a distinta missão
Lidera os carregadores
(dos bravos trabalhadores)
Faz-se a coordenação

Também nos chama a atenção
O teor desse relato
Que a cachaça só veio
Mesmo aparecer de fato
E assim se comenta
Que só a partir de quarenta
Ela faz parte no ato

Do Pau da bandeira trato
É oportuno que faça
Um registro relativo
Mencionando a cachaça
Para o cortejo no dia
Toda cachaça que ia                                
Cabia numa cabaça

Não digo: era sem graça
Até o inicio de setenta
Quando em setenta e três
O folclore incrementa
Juntos vigário e prefeito
O plano surte efeito
A festa cresce, aumenta...

Neste ano se implementa
A cachaça do vigário
As barracas lá praça
Da Igreja do Rosário
Expondo o artesanato
Folclore no fino trato
Fazendo o itinerário

Sem atraso no horário
Bem cedinho a alvorada
Banda de música tocando
Quando ainda é madrugada
Lá no pátio da matriz
O sino soa feliz
Anunciando a chegada

Tem zabumda na jornada
Numa só animação
Tocando, xaxado, xote
Mazurca marcha e baião
Num estilo original
Desde o levante do pau
Ao dia da procissão

Fazem genuflexão
Se ajoelham ficam em pé
Tocam coreografando
Benditos com muita fé
Tem toque com geringonça
Briga do cachorro com a onça
Pipoca e caboré

De caminhão ou a pé...
Logo cedo sobem a serra
Devotos e carregadores
Que sujos de barro e terra
Descem com o pau da bandeira
Na fé ou na brincadeira
Pesado que até emperra

Neste mesmo pé de serra
Por São Joaquim nominado
De lá já vão muitos anos
Que o pau é tirado
Por um grupo escolhido
Se no IBAMA é deferido
O mastro será cortado

Solene e muito animado
O encontro de abertura
Celebração da palavra
Misto de fé e cultura
Ofertório e cantoria
Presença da parceria
Paróquia e prefeitura

Na igreja a essa altura
Se acotovelam os fieis
Já não tendo onde sentar
Se acomodam de víeis
Em cada apresentação
Ficam nas pontas dos pés

O sol já queima a tez
Do povo e disposição
No entorno da igreja
Grande movimentação
Prestigiando o folclore
Não há criança que chore
Porá falta de animação

Terminando a missa então
Vai começar o cortejo
Os grupos já se organizam
Acompanhando eu vejo
Capoeiras, berimbaus
Reisado, mineiro pau
N o mais bonito festejo

Andando no mesmo ensejo
A lampinha, e o pau de fitas
Os grupos de penitentes
Tantas caboclas bonitas
Aproveitando o embalo
A dança de São Gonçalo
E a quadrilha que agita

E se vê tantas visitas
Muita gente a desfilar
Violeiros, cantadores
Vaqueiros a cavalgar
Diversas autoridades
Gente de outras cidades
Do mais distante lugar

Sem querer enumerar
Prefeito e vice- prefeito (a)
O vigário da cidade
Promotor, Juiz de direito
Deputados, secretários (a)
Pelo mesmo itinerário
Nas ruas, bem satisfeitos (a)

Percorre do mesmo jeito
O povo em multidão
O capitão da bandeira
Representando os que estão
Que chova ou que o sol bata
Desde cedo lá na mata
Na sua coordenação

Faz-se uma concentração
E antes de encerrar
O cortejo do folclore
No palanque vão falar
Vigário e autoridades
Ai por toda cidade
Muita gente a circular

Esperando o pau chegar
Antes do levantamento
Por todo canto se encontra
Festejo e divertimento
Barbalha vira uma só praça
Tem prece, cerveja e cachaça...
Em torno de um só evento

É enorme o movimento
É a multidão! É a massa!
Tem shows,barraca, tem som
Até onde o pau não passa
Tem zabumba, tem sanfona
Tem casada e solteirona
Tem chá do pau, tem a casca

Um corre - corre pra praça
Da matriz da cidade
Pra se andar no parque
É grande a dificuldade
O pau é muito pesado
Nos ombros vem carregado
Na fé, garra e vontade

Chega à hora esperada
O mastro vai hastear
Santo Antonio vai subindo
Na bandeira a tremular
A nossa festa acontece
Com trezenas, shows, quermesses...
Religiosa e popular.

segunda-feira, 30 de junho de 2014

QUADRILHA VERDES CANAVIAIS E CASACA DE COURO FAZEM FESTA NO JARDIM


Mesmo com o clima de Copa do Mundo, a cidade serrana de Jardim não deixou de lado a tradição junina de São Pedro. Teve que ter festa com fogueira, pamonha, bolo de milho e, claro, quadrilhas juninas e muito forró. Quem não gosta de um arrasta pé pra lá de arretado? E, para embalar o Arraiá do Bairro Frei Damião, mais tradicional da cidade, a Banda Panticola e Casaca de Couro, juntamente com a Quadrilha Verdes Canaviais, que  realizou sua apresentação no último sábado, gratuitamente, como contrapartida do Projeto “Botando Boneco no São João” apoiado pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará.
O evento cultural reuniu centenas de pessoas no meio da Rua do Bairro, que contou com uma belíssima decoração, tornando o local em um momento único de muita alegria e descontração para o público presente.
A quadrilha do Bairro também fez sua apresentação, com muita garra e descontração, empolgando os presentes.
O Arraiá do Bairro Frei Damião da cidade de Jardim, foi idealizado pela Escola de Ensino Fundamental Manoel Olímpio de Oliveira, através do seu Diretor o Professor Erildo, juntamente com toda equipe da quadrilha junina e, contou com o apoio maciço da comunidade.