quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

FOLIA DE REIS MESTRE JOAQUIM MULATO FAZ APRESENTAÇÕES NO CENTRO DA CIDADE


Foi um sucesso a primeira noite de apresentações do Grupo de Folia de Reis Mestre Joaquim Mulato. A turma foi bem recebida pelas famílias que aplaudiam e assistiam maravilhadas os cânticos entoados pelo grupo. Foram doze famílias que receberam os foliões, todas elas do Centro da cidade.

A turma promete percorrer todos os Bairros de Barbalha, visitando as casas das famílias previamente agendadas até o dia 06 de janeiro, dia de Reis.

Folia de Reis é um grupo de pessoas que saem à noite no período natalino, entre os dias 24 de dezembro e 06 de janeiro, pelas Ruas da cidade, cantando músicas alegres em louvor ao nascimento do menino Jesus e a visita dos três reis Magos.

O Grupo barbalhense é mantido pela Sociedade Artística e Cultural Engenho Velho e, é composto das seguintes pessoas:

Panticola – voz e percussão
Esterlivam – voz e violão
Sávio Menezes – voz e violão
Antonio Neto – percussão
Guilherme - percussão
Willianful – voz
Nonato – voz
Gilza – voz
Lucimar – voz
Vídeo do ensaio





Fotos: Elisa Grangeiro

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

FOLIA DE REIS MESTRE JOAQUIM MULATO DE BARBALHA


O Grupo de Folia de Reis Mestre Joaquim Mulato, da cidade de Barbalha, estará se apresentando hoje, 25, à noite pela primeira vez em casas previamente agendadas. 

Folia de Reis é um grupo de pessoas que saem à noite no período natalino, entre os dias 24 de dezembro e 06 de janeiro, pelas Ruas da cidade, cantando músicas alegres em louvor ao nascimento do menino Jesus e a visita dos três reis Magos.

O Grupo barbalhense é composto das seguintes pessoas:
Panticola – voz e percussão
Esterlivam – voz e violão
Sávio Menezes – voz e violão
Antonio Neto – percussão
Guilherme - percussão
Willianful – voz
Nonato – voz
Gilza – voz
Lucimar – voz

Casas que serão visitadas no Centro da cidade hoje á noite, a partir das 22 horas:
Nonato – Rua Salamanca
Dona Vilmar - Rua da Matriz
Tiquinho - Rua Pero Coelho
Toinho Hildegardes - Rua Pero Coelho
Mamar – Neroly Filgueira
Elisa Grangeiro – Pedro I
Antonio de Luna –
Socorro Luna – Rua do Video
Lúcia Santana
Nilsinho – Rua do Video
Rolinha – Rua Princesa Izabel
Josiêr Ferreira – Rua Princesa Izabel.


Amanhã, o Grupo continuará as visitas pelo Centro da Cidade.


sábado, 21 de dezembro de 2013

CONTINUA AS APRESENTAÇÕES DO REISADO DO MESTRE NÊGO



Teve inicio no último dia 18 de dezembro o Projeto “Reisado de Congo do Mestre Tico Neves”, o mesmo foi aprovado no X EDITAL CEARÁ NATAL DE LUZ da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará e, estar sendo desenvolvido em vários sítios de cidades da região do Cariri. Serão seis apresentações que o reisado do Mestre Nêgo fará, sempre acompanhado da Banda Cabaçal do Mestre Zé Barros. Ontem, dia 20, o grupo se apresentou na casa do Mestre Joaquim Mulato, sede da Sociedade Artística e Cultural Engenho Velho no sítio Cabeceiras. Hoje, dia 21, a apresentação será no terreiro do Mestre Cicero Ribeiro no sitio Escondido no Município de Missão Velha. Segunda feira, dia 23, no Festejo regional Natalino da cidade do Crato e a última apresentação ficará a critério da Secult do Estado do Ceará.

O Projeto é uma Produção de Francisco Demontiêr (Panticola) em parceria com a Sociedade Artística e Cultural Engenho Velho e, conta com o apoio da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará – Lei 13.811 de 20 de agosto de 2006. 


domingo, 15 de dezembro de 2013

REISADO DO MESTRE NÊGO FARÁ VÁRIAS APRESENTAÇÕES NO CICLO NATALINO



O Projeto do barbalhense Francisco Demontiêr dos Santos Vieira (Panticola), intitulado “Reisado de Congo do Mestre Tico Neves”, foi aprovado no X EDITAL CEARÁ NATAL DE LUZ da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará e, será desenvolvido entre os dias 18 e 23 de dezembro de 2013, nas cidades de Barbalha, Missão Velha e Crato. Serão seis apresentações que o reisado do Mestre Nêgo fará, sempre acompanhado da Banda Cabaçal do Mestre Zé Barros: dia 18 no Terreiro do Mestre Olímpio Ludujero no Sítio Lago, dia 19 na Terreirada da Secretaria de Cultura de Barbalha, dia 20 na casa do Mestre Joaquim Mulato, sede da Sociedade Artística e Cultural Engenho Velho no sítio Cabeceiras, dia 21 no terreiro do Mestre Cicero Ribeiro no sitio Escondido no Município de Missão Velha, dia 23 no Festejo regional Natalino da cidade do Crato e outra que ficará a critério da Secult do Estado do Ceará.


O Projeto é uma Produção de Francisco Demontiêr (Panticola) em parceria com a Sociedade Artística e Cultural Engenho Velho e, conta com o apoio da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará – Lei 13.811 de 20 de agosto de 2006 e Prefeitura Municipal de Barbalha através da Sua Secretaria de Cultura.




quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Em reunião com produtores, Secult apresenta Programa de Apoio a Mostras e Festivais


A Secretaria da Cultura do Governo do Estado do Ceará apresentou nesta quarta-feira, 20, a proposta do Programa de Apoio a Mostras e Festivais de Cultura, com recursos na ordem de R$ 4,5 milhões, em reunião realizada no auditório da Secretaria com realizadores e produtores culturais de todo o estado. O secretário da Cultura, Paulo Mamede, destacou que o Programa tem como objetivo financiar e fomentar festivais representativos do Ceará, promovendo, paralelamente, a descentralização de recursos, tanto no âmbito da capital como no Interior. De acordo com o secretário, o encontro fez parte de um conjunto de ações da Pasta para melhorias no processo de seleção e apoio a projetos, com base na Lei do Sistema Estadual de Cultura (SIEC). “Nosso compromisso é garantir recursos para a realização de festivais já consolidados no calendário cultural e também para incentivar novos projetos”, justificou.

A fonte de recursos do Programa – Tesouro do Estado ou Fundo Estadual da Cultura –, os critérios de seleção, a divisão dos valores e a longevidade dos eventos foram os pontos mais debatidos durante a apresentação pelo secretário executivo da Secult, Paulo Victor Feitosa. Ele informou que a Secretaria já está contatando empresas como Petrobras e Vivo para firmar parcerias que possibilitem a captação de recursos para Programa, destinado, inicialmente, à realização de cerca de 30 festivais e mostras, que ocorrem anualmente em todo o estado. “Estamos apenas apresentando uma ideia, que precisa ainda de análise e aprovação deste grupo”, explicou Paulo Victor, ao informar que a meta é até o final do mês de novembro ter esta versão final, “que será levada ao governador para aprovação de recursos”, destacou.

Produtores como Giza Diógenes, do Festival dos Inhamuns, participaram da reunião e fizeram sugestões. Ela chamou a atenção para os critérios de divisão de recursos, destacando que muitos proponentes não têm capacidade de captação junto a outros apoiadores e que o Estado representa “a única fonte de recursos”. Assim, ela propõe que a análise dos projetos, pela Secult, identifique essa fragilidade e apresente alternativas para o proponente.
Na proposta inicial, sugere-se divisão do Programa em quatro linhas de apoio a mostras e festivais: a Linha 1 seria destinada a apoiar festivais que já realizaram pelo menos cinco edições anuais, de forma ininterrupta. Cinco projetos seriam apoiados, cada um com R$ 300 mil. A Linha 2 contemplaria festivais com pelo menos três edições anuais realizadas, selecionando 10 projetos a serem apoiados com R$ 200 mil cada. Na Linha 3, festivais que já realizaram entre uma e três edições concorreriam a cinco vagas, com cada evento selecionado recebendo apoio na forma de R$ 100 mil em investimento. A Linha 4 seria destinada a novos festivais e contemplaria 10 projetos, no valor de R$ 50 mil cada.

Ainda sobre a Lei do Sistema Estadual de Cultura (SIEC), a coordenadora de Ação Cultural da Secult, Glicia Gadelha, lembrou que o prazo para Consulta Pública para reformulação da lei foi encerrado na sexta-feira, 15, mas que até o dia 27 deste mês poderão ser enviadas colaborações para o e-mail codac@secult.ce.gov.br.

Próximas reuniões
Quinta-feira (21/11) - reunião com produtores audiovisuais, para buscar sugestões e discutir propostas para o próximo Prêmio Ceará de Cinema e Vídeo, edital destinado a fomentar a realização de projetos na área.
Sexta-feira (22/11) - reunião com todos os produtores, artistas e gestores interessados nos editais da Secretaria para as diversas linguagens, como o Edital de Incentivo às Artes. O calendário dos editais e o formato da apresentação dos projetos serão alguns dos temas debatidos.
As reuniões acontecerão no Auditório da Secult (Rua Major Facundo, 500, Centro, Fortaleza). Informações: 3101-6767 / Transmissão online pelo site da Secretaria: www.secult.ce.gov.br.


Assessoria de Comunicação - Secretaria da Cultura do Ceará
(85) 8699-6524 – Dalwton Moura
(85) 8878-8805 – Raimundo Madeira
(85) 9608-5822 – Sonara Capaverde

Fonte: Secult-Ce.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

SECULT-CE PROMOVE REUNIÕES COM PRODUTORES DE FESTIVAIS, REALIZADORES AUDIVISUAIS E PROPONENTES DE PROJETOS CULTURAIS


A Secretaria da Cultura do Governo do Estado realizará, nos dias 20, 21 e 22, respectivamente, reuniões com produtores de festivais artísticos e culturais, com realizadores audiovisuais interessados no Prêmio Ceará de Cinema e Vídeo e com proponentes de projetos culturais em geral, que buscam recursos públicos estaduais através do Mecenato e do Fundo Estadual de Cultura. O objetivo é discutir com os produtores sugestões para melhoria do processo de seleção e apoio a projetos, tanto quanto aos festivais como em relação às obras audiovisuais e às propostas em geral, nas diversas linguagens, contempladas com base na Lei do Sistema Estadual de Cultura (SIEC).
A Secult convida todos os produtores, artistas e gestores interessados a participar das reuniões, que serão realizadas de quarta a sexta-feira, sempre às 14h, no Auditório da Secretaria, no prédio do Cine São Luiz (Rua Major Facundo, 500, Centro, em Fortaleza).
Na quarta-feira, 20, os realizadores de festivais culturais e artísticos de todo o Ceará são convidados para debater a proposta de um novo edital, a ser apresentada pela Secult, destinado a apoiar esses eventos. A proposta do Edital de Apoio aos Festivais Culturais do Ceará será discutida com os realizadores de eventos.
O secretário executivo da Secult, Paulo Victor Feitosa, apresentará a proposta, em que a Secretaria sugere que a realização de festivais passe a contar com um edital específico, com quatro linhas de apoio e um investimento total de R$ 4,5 milhões, a serem distribuídos entre 30 festivais selecionados. A Linha 1 seria destinada a apoiar festivais que já realizaram pelo menos cinco edições anuais, de forma ininterrupta. Cinco projetos seriam apoiados, cada um com R$ 300 mil. A Linha 2 contemplaria festivais com pelo menos três edições anuais realizadas, selecionando 10 projetos a serem apoiados com R$ 200 mil cada.
Na Linha 3, festivais que já realizaram entre uma e três edições concorreriam a cinco vagas, com cada evento selecionado recebendo apoio na forma de R$ 100 mil em investimento. A Linha 4 seria destinada a novos festivais e contemplaria 10 projetos, no valor de R$ 50 mil cada.
"Essa é uma proposta inicial, que levaremos para o debate com os produtores. A formatação final vai depender dessa discussão", ressalta o secretário executivo da Secult. "O objetivo é garantir melhores condições para apoio da Secult aos festivais, com um edital específico em 2014, ano em que está prevista uma redução nos recursos a serem investidos no FEC e no Mecenato por uma das grandes empresas que costuma atuar nesse processo. Por isso estamos buscando outras empresas, no Ceará e no plano nacional, em busca de recursos que complementes o investimento do Tesouro estadual para esse programa de apoio aos festivais", aponta Paulo Victor Feitosa.

A seleção levaria em conta a prestação de contrapartidas, como democratização do acesso aos eventos, gratuidade ou ingressos a preços populares, público beneficiado direta e indiretamente, realização de atividades formação, inclusão de artistas locais na programação. O secretário executivo ressalta ainda a meta de realização de um acompanhamento mais detalhado, pela Secult, dos festivais realizados com apoio de recursos do Governo do Estado.
Prêmio Ceará de Cinema e Vídeo
Já na quinta-feira, 21/11, a Secult promove reunião com produtores audiovisuais, para buscar sugestões e discutir propostas para o próximo Prêmio Ceará de Cinema e Vídeo, edital destinado a fomentar a realização de projetos na área.
"O valor investido deverá ser reajustado em 14%, de forma linear, para todas as categorias", adianta Paulo Victor, citando que temas como o calendário do edital e a forma de apresentação dos projetos também serão debatidas na reunião.
Editais em geral
Na sexta-feira, 22/11, a Secult convida para reunião com todos os produtores, artistas e gestores interessados nos editais da Secretaria para as diversas linguagens, como o Edital de Incentivo às Artes. O calendário dos editais e o formato da apresentação dos projetos serão alguns dos temas debatidos. "Vamos, acima de tudo, buscar sugestões da sociedade, para o aperfeiçoamento dos editais e para garantir que o cidadão seja sempre o maior beneficiado pelo investimento do recurso público na realização dos projetos culturais", complementa o secretário executivo da Secult, Paulo Victor Feitosa.
Serviço:
A Secretaria de Cultura do Governo do Estado convida para reuniões sobre festivais (quarta-feira, 20/11, às 14h), Prêmio Ceará de Cinema e Vídeo (quinta-feira, 21/11, às 14h) e o conjunto dos editais da Secult (sexta-feira, 22/11, às 14h). As reuniões acontecerão no Auditório da Secult (Rua Major Facundo, 500, Centro, Fortaleza). Informações: 3101-6767 / www.secult.ce.gov.br.

ESCOLA DE SAMBA IMPÉRIO DO MAGUARY FAZ REUNIÃO VISANDO CARNAVAL DE 2014


A Escola de Samba Império do Maguary esteve reunida, ontem (17), com o intuito de definir e mostrar aos integrantes da agremiação, o enredo para o carnaval de 2014. A reunião contou com um bom número de integrantes que vibraram com o enredo apresentado pelo carnavalesco Francisco de Assis, o Tiquinho.

A agremiação, que foi fundada em janeiro de 2011, tem por finalidade resgatar os carnavais de escolas de samba em nosso município, que desde o ano de 2003 não acontece. No primeiro ano de sua fundação e nos anos de 2012 e 2013, a escola realizou seus desfiles como bloco carnavalesco. Já para o ano de 2014 pretende realizar um desfile efetivamente como escola de samba, trazendo comissão de frente, carro abre alas, mestre sala e porta bandeira, alas, passistas, enredo, samba enredo, puxadores de samba e uma afinadíssima bateria.

“O envolvimento e a participação da comunidade do Bairro do Rosário é fundamental para o sucesso da nossa escola” afirma Willianful, puxador de samba. Já para Faniquim, o mais antigo carnavalesco de Barbalha, “o retorno do carnaval de escolas de samba começa a mexer com a cidade, pois foram elas que levaram o nome de Barbalha a projeção no cenário carnavalesco do Estado do Ceará”.

E aqui nós ficamos na torcida para que o carnaval de 2014 em nossa cidade possa realmente se concretizar como o retorno efetivamente dos desfiles das escolas de samba.









Brincadeira de Roda


Brincadeira de roda com crianças do Sitio Cabeceira no Município de Barbalha, após a renovação do Santo.

Balaio Cultural: POETAS CAMILO BARBOSA E PROFESSOR HUGO LANÇAM CORDEIS EM ASSENTAMENTO

Balaio Cultural: POETAS CAMILO BARBOSA E PROFESSOR HUGO LANÇAM CORDEIS EM ASSENTAMENTO

terça-feira, 15 de outubro de 2013

SESC Juazeiro e Companhia Circo Godot de Teatro apresentam Le Petit – Grandezas do Ser

No próximo dia 19 o público de Juazeiro poderá prestigiar uma livre inspiração da Cia Circo Godot de Teatro para o mais lúdico personagem criado por Antoine de Saint-Exupéry. Nesta montagem, intitulada Le Petit: Grandezas do Ser, a Cia Circo Godot de Teatro apresenta um universo fabular em que a corrida contra o relógio, a fidelidade a um amigo doente e o medo da solidão são os princípios para ações que fundam uma narrativa lúdica e poética. A peça acontece como um filme mudo, sem o uso da palavra, com uma trilha sonora minimalista percorrendo o trabalho do começo ao fim, e propõe uma diversidade de imagens, sonoridades e situações.
Em cena, o ator italiano Damiano Massaccesi e três manipuladores. Mesmo sem ter uma única palavra pronunciada, o espetáculo diz muito ao público: sobre o viver, morrer e aprender a ser verdadeiramente companheiro do outro. Para fazer prevalecer uma atmosfera alegre e lúdica, Le Petit lança mão de todo um arsenal de ações, como malabares, equilibrismos, mágicas, acrobacias e brincadeiras.
Fundada há três anos no Recife por artistas brasileiros e italianos, a companhia apresentou já em seu primeiro trabalho uma qualidade cênica surpreendente, resultado de anos de estudos, empenho e dedicação. Circo Godot (2010), o primeiro feito, foi apresentado nas ruas da Grécia, Tunísia, Itália e Brasil. Na ocasião, Lucky e Pozzo, personagens de Samuel Beckett, serviram de pretexto para uma cena divertida e cheia de reviravoltas. Em 2011, a companhia apresentou seu segundo trabalho: “Besteiras (As Aventuras de um Giullare Moderno)”, contemplado com o Prêmio FUNARTE Myriam Muniz de Teatro. O projeto foi apresentado em importantes festivais da Itália e também fez turnê pela Europa, chegando agora ao Brasil através do 19° Janeiro de Grandes Espetáculos.
Contemplado com o Prêmio FUNARTE Myriam Muniz de Teatro, Le Petit: Grandezas do Ser é o terceiro trabalho da Cia Circo Godot de Teatro. A peça estrou em grande estilo, integrando a programação da 3ª Mostra Marco Camarotti. Após realizar temporada em Recife e outra na Itália, a peça será apresentada ao público juazeirense no próximo dia 19.

Pão e Circo
Esta apresentação integra uma campanha do SESC Juazeiro pela popularização das artes e não haverá cobrança de ingressos. Pede-se apenas que seja doado 01kg de alimento não perecível, que será destinado a comunidades carentes, posteriormente.
FICHA TÉCNICA
Direção: Quiercles Santana
Dramaturgista: Ana Paula Sá
Ator: Damiano Massaccesi (Ator)
Manipuladores: Andrezza Alves, Flávia Fernanda, Rafaela Fagundes
Audiodescrição: Andreza Nóbrega e Liliana Tavares
Atirador Crítico de Sandálias: André Casaca e Dante Leonel 
Direção Musical: Kleber Santana
Direção de Arte: Ana Paula Sá, Andrezza Alves, Quiercles Santana
Iluminação: Luciana Raposo
Preparação de Clown: Andre Casaca
Preparação de Capoeira: Mestre Dendê
Preparação de Yoga: Swami Munindra Mohan
Programação Visual: Claudio Lira
Residência Artística e Pedagógica: Espaço Fiandeiros e SESC /PE
Produção: Andrezza Alves
Realização: Companhia Circo Godot de Teatro
Assessoria de Imprensa: Moretti Cultura e Comunicação
SERVIÇO
O quê: Le Petit: Grandezas do ser
Onde: Teatro Patativa do Assaré - SESC Juazeiro do Norte
Endereço: Rua da Matriz, 227 – Centro
Telefone: (88) 3512 2532
Quando: Dia 19 de outubro, às 19h – Única Apresentação
Ingressos: 01 kg de alimento não perecível.
Faixa Etária Indicativa: 08 anos
Lotação: 200 Lugares
Duração: 60 minutos
Fonte: Daniel Walker
 
 

domingo, 22 de setembro de 2013

ENGENHO VELHO TRAZ CONTAÇÃO DE HISTÓRIA PARA CRIANÇAS DO SITIO CABECEIRAS

 Em parceria com o Centro Cultural Banco do Nordeste Cariri e a Secretaria de Cultura e Turismo de Barbalha, a Sociedade Artística e Cultural Engenho Velho desenvolve na próxima sexta feira (27), em sua sede na Casa do Mestre Joaquim Mulato no sitio Cabeceiras, o Projeto Arte Retirante/Contação de história. A apresentação ficará por conta de Raquel de Sousa, da cidade de Esperantinópolis-MA, que contará a História da Tartaruguinha para todas as crianças da comunidade, especialmente as da Creche Ítalo Coelho e Escola de Ensino Fundamental e Infantil Ana Ramalho.

O Projeto além de incentivar a leitura e a fruição da literatura como arte, objetiva transmitir valores que determinem atitudes éticas e possibilitem a melhor convivência nos diferentes ambientes onde as crianças se relacionam.

Horário: 09 horas.
Livre. 60min.

terça-feira, 3 de setembro de 2013

SESC JUAZEIRO DO NORTE APRESENTA CARTAS DE MARIA JULIETA E CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

com Sura Berditchevsky

A própria Sura protagoniza a montagem que reúne a correspondência trocada entre o poeta Carlos Drummond de Andrade e sua filha, a cronista Maria Julieta Drummond de Andrade. Desde a infância de Julieta, os dois tiveram uma relação muito forte, expressada por desenhos, bilhetes e cartas, que se estenderam por cinco décadas. Drummond morreu doze dias depois de sua filha. O emotivo debate de ideias e situações ganha uma encenação bem cuidada na qual a atriz tira proveito do bonito cenário, mas, apesar disso, as palavras de Drummond e Maria Julieta não surtem o efeito cênico esperado e continuam a ter mais valor na forma de literatura.

Sura Berditchevsky é atriz, diretora, produtora e autora. Atuou sob a direção de Maria Clara Machado em diversos espetáculos infantis e no teatro adulto interpretou clássicos como Vassa Geleznovas de Máximo Gorki. Na televisão fez sucesso em novelas e minisséries globais. No cinema atuou e foi também co-roteirista, entre os filmes estrelou Meu nome não é Johny, além de diversos curtas e médias metragens. Não se restringindo à plateia, Sura escreveu livros, dirigiu e produziu suas próprias peças teatrais. Ganhadora de diversos prêmios foi homenageada em 2008 com o premio CBTIJ, em comemoração aos 60 anos de teatro infantil no Brasil. No teatro adulto, dirigiu o grande sucesso Cócegas que está em cartaz há 12 anos. Também dirigiu a Valsa Nº 6 de Nelson Rodrigues. Trabalha também na formação de profissionais das artes cênicas, formandos inúmeros profissionais para o teatro, cinema e televisão.


Dia 05 de setembro
Às 20h
Teatro SESC Patativa do Assaré
Entrada Franca!